INSCRIÇÃO     ÁRBITROS     HALL DA FAMA     MERCADO DA BOLA
Usuário:    |  Senha:  
 
FILIADO
 
  29/08 - SEJA UMA EQUIPE FILIADA E PARTICIPE DOS MAIORES TORNEIOS DE FUTEBOL 7 DO ESTADO DE PERNAMBUCO!  
NOTÍCIAS

Data: 25/12/2018
Essa notícia foi lida 232 vezes

  

SÉRIE A: Santa Cruz vence Atlético Olinda e conquista Tricampeonato Pernambucano de Fut7

Por: Edgar Caetano
Foto: Luciano Fotoguia / FPF7


A noite do último sábado (22) proporcionou aos presentes na Cendesul Arena, um jogo digno de uma final de campeonato. Santa Cruz e Atlético Olinda lutaram até a última gota de suor para conquistar o título de Campeão Pernambucano da Série A 2018, mas quem levou a melhor foi o Tricolor, ao vencer os atleticanos por 4 a 1. Mesmo com a diferença de três gols no placar a seu favor, a equipe Coral não teve vida fácil para bater os olindense. O destaque da partida foi o zagueiro Binho, autor de dois gols.

 

O Jogo

A grande final do Pernambucano 2018 começou a todo vapor. As duas equipes tiveram bastante força ofensiva e logo começaram a procurar o ataque. No primeiro lance perigoso da partida, o Tricolor abriu o placar em uma jogada de bola parada. Na cobrança de escanteio, Dudé cabeceou na saída do goleiro Edy e abriu o placar para o Santa. Mesmo atrás no placar, o Atlético não baixou a guarda. Continuou atacando os corais e teve a oportunidade de empatar logo após o primeiro gol tricolor, mas o goleiro Bráulio fez uma grande defesa impedindo o empate. Debaixo de uma forte chuva, o jogo ficou ainda mais veloz, com as duas equipes buscando o gol a cada ataque. Antes do fim da etapa inicial, o Atlético chegou ao empate. Yago Brasinha recebeu e tocou na saída do arqueiro Coral. As duas equipes foram para o intervalo com o empate no placar.

 

No segundo tempo, Santa Cruz e Atlético voltaram ao campo de jogo com ainda mais gana para vencer. Com um número maior de atletas no banco de reservas, o técnico Fabiano Santos fazia suas alterações sem perder a intensidade no ritmo de jogo, mantendo a produtividade da equipe coral. Já o Atlético, mesmo com uma quantidade maior de atletas no banco do que em jogos anteriores, sentiram o ritmo intenso dos corais e caíram de rendimento e mesmo lutando até o fim, sofreram com as descidas do Santa Cruz. Mas foi em uma jogada despretensiosa que nasceu o segundo gol do Tricolor. Michael recebeu e arriscou de longe, mandando uma bomba no ângulo do goleiro Marlon (substituto de Edy na etapa complementar) e marcou um golaço. Com o golpe sentido, o Atlético passou a acelerar o jogo em busca do empate, mas em outra jogada de longa distância, Binho avançou em velocidade e chutou forte, rasteiro, sem chance para Marlon mais uma vez, marcando o terceiro gol do Santa Cruz. Se já estava difícil correr atrás de dois gols, o terceiro saiu em uma bela troca de passes que envolveu a boa defesa do Atlético. Binho tabelou na entrada da área,  recebeu cara a cara com o arqueiro adversário e não desperdiçou, marcando o quarto dos corais e garantindo o Tricampeonato do Tricolor.

 

Após o jogo, os destaques da partida conversaram com a nossa equipe de reportagem e falaram sobre o grande jogo feito pelas duas equipes. O capitão do Atlético, Danilo, parabenizou a equipe tricolor e reconheceu a a queda de rendimento da sua equipe, mas parabenizou-a pelo grande campeonato que fez, além de agradecer aos companheiros por terem chegado tão longe, uma vez que, nos últimos dois anos, a equipe de Olinda brigou para não cair de divisão. "Não tem o que falar, foi um jogo digno de uma final. Eles foram merecedores do que eles fizeram (resultado), mas é isso aí, a gente tentou impor o nosso jogo mas também tem o lado que não temos banco suficiente e isso termina fadigando a gente. No segundo tempo a gente sempre cai de rendimento, todos os jogos do pernambucano foram assim. Nossa temporada foi impecável! Infelizmente, não foi coroada com o título. Eles fizeram por merecer, mas isso não vai apagar o que fizemos durante o ano. Nós só perdemos um jogo no tempo normal, isso quer dizer que a gente foi acima da média. Parabenizo a equipe do Santa Cruz, queríamos o título, mas é isso aí, ano que vem tem mais", lamentou Danilo.

 

Destaque da partida com dois gols, o zagueiro Binho valorizou a conquista do título destacando a entrega dos companheiros, além de, com muita humildade, enaltecer o adversário após travarem um grande jogo. "Foi uma partida muito difícil. A equipe do Atlético de Olinda é uma equipe muito qualificada, porém, a confiança do nosso grupo estava muito grande, fazem duas semanas que estávamos treinando para essa final e, graças a Deus, papai do céu nos coroou com o título e com uma boa atuação, marcando dois gols. É como a gente sempre fala, dentro do grupo não tem estrela! Todo jogo tem um que decide para a gente, é um jogador diferente, de uma posição diferente. Fui premiado nos dois últimos anos como Melhor Zagueiro e hoje eu cheguei aqui e o professor pediu para me utilizar como pivô, não estava rendendo bem, mas Deus soube reservar o melhor para o final e hoje pude fazer dois gols para fechar o ano com esse belo título e essa ótima atuação", disse Binho. 








LEIA TAMBÉM!

Recife Soccer e Vasco/Futuro da Colina se destacam no Sub-13 da Taça Pernambuco
Nas primeiras colocações na primeira fase, equipes chegam a fase mata-mata com forte favoritismo
Náutico retorna ao Fut7 e disputará o Campeonato Brasileiro
Em parceria com o Galorote, de São Bento do Una/PE, o Timbu já está em processo de montagem do elenco
Invicto no Sub-10, Revelação chega as semifinais como time a ser batido
Em 9 jogos disputados, a equipe recifense venceu todas na primeira fase e já se garantiu nas semis
Taça Pernambuco adulto chega a fase mata-mata
Jogos de ida das oitavas de final começam hoje a noite
Delegações conhecem a seleção que irão representar na Arena Cup, a Copa America de Fut7
O sorteio foi na manhã de hoje e contou com mais de 150 pessoas no auditório da Arena de Pernambuco

CRAQUE DA RODADA
RANKING


PARCEIROS


Copyright© 2019 FEDERAÇÃO DE FUTEBOL 7 DE PERNAMBUCO.